“Fariam a mesma pergunta para Philip Roth?”

The-Woman-Upstairs
Esse é o título do artigo de Dennis Abrams, publicado na Publishing Perspectives do dia 3 de maio, a partir de uma queixa feita pela romancista Claire Messud em uma entrevista que lhe foi feita pela Publishers Weekly a propósito do lançamento de seu último livro The Woman Upstairs (veja aqui a resenha publicada no New York Times Book Review). Note-se que a PW é uma publicação do mercado editorial.

Como se trata de assunto de caráter geral, solicitei permissão para publicá-la aqui, gentilmente concedida pelo Ed Nawotka.
——–
The Woman Upstairs (Knopf) está recebendo críticas elogiosas de várias publicações. Mas em uma entrevista recente com a Publishers Weekly, Mesud ficou frustrada com a linha das perguntas, particularmente sobre o principal personagem do romance, Nora Eldridge.

Depois que lhe perguntaram, “Eu não gostaria de ser amiga de Nora, e você? É uma personagem quase insuportavelmente cinzenta”, Messud respondeu:

“Por favor, que tipo de pergunta é essa? Você gostaria de ser amiga de Hubert Humbert? Gostaria de fazer amizade com Mickey Sabbath? Saleem Sinai? Hamlet? Krapp? Édipo? Oscar Wao? Antígona, Rskolnikov? Qualquer um dos personagens de Correções? Ou algum dos personagens de Infinite Jest? Algum dos personagens de qualquer coisa escrita por Pynchon? Ou Martin Amis? Ou Orham Pamuk? Ou de Alice Munro, já que estamos nisso? Se você ler para descobrir amigos, está com muitos problemas. Lemos para descobrir a vida, com todas suas possibilidades. A pergunta relevante não é se ‘esse é um amigo em potencial para mim?’ mas sim ‘esse personagem vive?’

Mas a coisa vai além disso, acho.

E se não for simplesmente uma pergunta ruim pela razões apontadas por Messud, mas uma pergunta que parte de suposições sobre livros de autores mulheres (e os personagens desses livros), que jamais seriam feitas sobre livros de autores homens?

Será que em algum momento perguntariam a Philip Roth se ele seria amigo de Portnoy?
——–
O artigo foi publicado em uma seção de discussões da Publishing Perspectives. E você, o que acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.